Confira nossa DICA

Bolas de pelo podem gerar problemas de saúde para meu gato?

Bolas de pelo podem gerar problemas de saúde para meu gato?

Quando as bolas de pelo passam para o intestino, elas desregulam o sistema digestivo do animal e provocam alterações como dificuldades de evacuação ou diarreia. Um grande risco é o de haver também uma oclusão intestinal, sendo neste caso necessária uma operação para a remoção das bolas de pelos, pois se a situação se prolongar sem tratamento o gato pode vir a morrer.


Expelir bolas de pelos pela boca de uma a quatro vezes por mês é considerado normal e não causa nenhum problema ao gato. Nos gatos de pelo curto a média é menor. Se o gato vomita mais do que quatro vezes por mês, se expele bolas sucessivamente ou se passou a vomitar mais do que o normal, então este deve ser levado ao veterinário.



No gato normal não deve estar presente nenhum outro sinal clínico além da regurgitação de bolas de pelos. Se o gato evidenciar perda de peso, desidratação, diarreia, anorexia, pelagem sem brilho ou com falhas, tosse ou outras alterações, este deverá ser submetido a exames mais específicos.


Observe atentamente seu animal, pois problemas dermatológicos que levam a coceira, alergias alimentares e doenças gastrointestinais, como distúrbios de motilidade ou tumores, têm como sintoma a expulsão excessiva de tricobezoares.


É importante observar também se o seu animal não está com distúrbios de comportamento ou neurológicos, como a alopecia psicogênica, que faz com que o animal, por estar depressivo, lamba-se compulsoriamente, causando dermopatias auto induzidas e engolindo mais pelo que o comum.


Voltar